Realização de um sonho

  1. 2006

    Início

    A Associação Casa São Francisco – ACASF foi criada em 2006 a partir de um sonho de sua idealizadora Jeane Steinmetz Fronza onde desde sua infância buscava uma escola onde as crianças com suas famílias pudessem estar aprendendo juntas no mesmo espaço e através de múltiplas atividades culturais/educacionais e sempre em prol de contornar as vulnerabilidades sociais.

  2. 2007

    Primeiro apoio

    Em 2007 veio o “primeiro apoio” através de sua grande amiga Marivone Alves (Pedagoga e grande incentivadora) que trouxe amigos e reuniam-se semanalmente. Nestas reuniões eram trazidos temas pertinentes à educação holística sobre crianças e os mais diversos temas sempre voltados ao conhecimento e desenvolvimento humano. Este grupo foi “a base” que iniciou a instituição.

  3. 2012

    Fundação oficial

    Já em 2012 com o apoio de familiares e amigos (Jane Steinmetz Coelho/Presidente; Marise da Silveira/Vice presidente; Sandra Mara Weingartner de Souza/Tesoureira; Carlos Alberto Schroeder dos Santos/ Secretário; Daniela Brusco/Advogadar) fundaram a associação e através de seu esposo Joel Fronza que cedeu o imóvel da família para que o sonho começasse a se tornar realidade. Muitas parcerias foram construídas com músicos; entre eles Carlos Alberto Angioletti Vieira, Carlos Augusto Vieira, Newton Kramer e seus filhos Vitor Steinmetz Fronza e Jardel Steinmetz Fronza (estes últimos que muito trabalharam para ajudar a construir a estrutura física da escola) e também sua mãe Maria Meira Steinmetz que apoiou sempre que pôde.

  4. 2015

    Início das atividades

    Em 09 de novembro de 2015 efetivamente iniciaram-se as atividades com dois alunos (um estudando violino com o Professor Carlos Augusto e outro flauta transversal com o Professor Vitor). Na ocasião do lançamento do projeto também esteve presente o projeto Novo Alvorecer através das amigas Esmeralda Fabri Serralvo e Luciane Machado com as crianças abrilhantando o evento. Também a Srª Gemma Fronza e Benildes Fronza Vicente. Ainda registrando a presença da comunidade circunvizinha e os colaboradores da Retífica Fronza Kleber da Silva Ribeiro e família e Roni Barcelos Cascaes também com sua família.

  5. 2017

    Capacidade atual

    A ACASF tem hoje, uma capacidade máxima, latente, para o atendimento de até 150 pessoas por dia, ou seja, poderão ser atendidas, tanto no ensino da música, quanto pelos profissionais da equipe multidisciplinar (Assistente Social, Pedagogo (a), Psicólogo(a), Nutricionista e Terapia Reikiana) e nas oficinas e cursos, 50 pessoas por período, em três expedientes (manhã, tarde e noite, de segunda à sexta-feira e aos sábados pela manhã), o que dará um total de 800 atendimentos por semana e de 3200 atendimentos por mês ou até 4000, nos meses com 5 semanas.